|                                                                                    
Destaques
31/ago/2017
Hospital e maternidade fecham as portas em Caratinga

A equipe técnica do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora (HNSA) anunciou que a partir desta quinta-feira (31), as portas do hospital e da maternidade estão fechadas por tempo indeterminado.

 

Durante extensa coletiva à imprensa, a equipe composta pela diretora interventora, Flávia Eugênia de Souza; assessor jurídico, Helbert Xavier; diretor técnico, Luiz Felipe Caram e assessora de Planejamento e Regulação. Myriam Araújo Coelho destacaram a impossibilidade de manutenção dos atendimentos pela falta de recursos do Estado e falta de comprometimento dos 13 municípios da microrregião.

 

“Não temos condições mais de manter o hospital aberto para dar garantia de qualidade assistencial aos cidadãos da nossa microrregião. Estamos obviamente dando atendimento aos pacientes que ainda se encontram internados na instituição e após a alta desses pacientes estaremos com o encerramento das atividades provisoriamente. O hospital a partir de hoje não está atendendo urgência, pacientes encaminhados, nenhum tipo de paciente que chegar aqui”, afirmou Luiz Caram.

 

Como consequência da crise, profissionais chegaram a ser demitidos. “Médicos pediram demissão em grande parte por não estarem recebendo seus salários há vários meses. Há médicos que não recebem há oito e 10 meses”, acrescentou Caram.

 

A equipe do HNSA ressaltou que há respaldo jurídico para suspensão dos atendimentos. A destinação dos pacientes deve ser definida pelas secretarias de Saúde de cada município.

 

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE